Lugar de mulher é na luta sindical!

Júlia Santiago (1917-1988)

 

Júlia Santiago nasceu em novembro de 1917, em São Lourenço da Mata (PE). Alfabetizou-se em casa, se mudou para Recife e começou a trabalhar como empregada doméstica. Forjou documentos para conseguir seu primeiro trabalho numa fábrica têxtil, depois de um tempo começou a se engajar na militância sindical. Na década de 30 ajudou a fundar o Sindicato da Fiação e Tecelagem de Pernambuco e ingressou no Círculo Operário Católico do Recife, além disso fazia parte do Partido Comunista Brasileiro, na época na clandestinidade.

 

No movimento sindical defendia tempos de aposentadorias diferentes para homens e mulheres, tendo em vista as jornadas duplas de trabalho. Em 1947, foi a primeira mulher eleita vereadora em Recife (PE). Durante a Ditadura Civil-militar, Júlia foi presa várias vezes, além de ser conduzida para interrogatórios e até ficar sem receber seu salário por um período em represália à sua atuação política. Júlia faleceu em 1988.