Seguindo convocação do FONASEFE e demais entidades nacionais, o sindicato tem participado ativamente das jornadas de luta em Brasília para barrar a Reforma Administrativa.

Caravana do Mato Grosso do Sul
Uma delegação do estado foi organizada e partiu para a Brasília no início desta semana para participar da agenda unificada de atividades para pressionar parlamentares no Congresso Nacional. Compuseram a organização da caravana, além do SINASEFE, o SISTA/MS, a CUT/MS, a ADUFMS, a ADUEMS, a ADUNB, o PDT/MS, o SINDIJUS, o SINERGIA, e o Movimento Estudantil da UEMS e da UFMS.

Agenda em Brasília
A agenda de atividades foi extensa durante a semana. Na terça-feira (05) ocorreu manifestação com algumas entidades que se concentraram no Aeroporto Juscelino Kubitschek para recepcionar os parlamentares que chegavam de seus estados.

Na quarta-feira (6), houve manifestação com início no espaço do Servidor até o Anexo II da Câmara dos Deputados, onde ficam os gabinetes dos Deputados Federais, durante a tarde, parte da delegação visitou gabinetes de parlamentares e de lideranças partidárias para entregar uma carta manifesto.

Já quinta-feira (7) o ato foi em frente ao Ministério da Economia, onde servidores e manifestantes protestaram contra a política econômica de Paulo Guedes, o articulador da Reforma Administrativa dentro do Governo Federal.

Jornada de Lutas contra à Reforma Administrativa | 06/10
Jornada de Lutas contra à Reforma Administrativa | 06/10


Carta da delegação
Durante a manhã de quinta-feira, parte da delegação visitou alguns gabinetes de parlamenteares para entregar uma carta manifesto redigida pelos estudantes da caravana. O documento foi assinado pelas entidades organizadoras da caravana e reforça os impactos negativos da Reforma Administrativa para os serviços públicos e para a garantia dos direitos sociais que já vem passando por um processo de desmonte com as reformas aprovadas nos últimos anos, como a Emenda Constitucional 95 do Teto de Gastos, a Reforma Trabalhista e a Reforma da Previdência.

Expectativas
Durante os últimos dias e, como resultado da intensa pressão realizada pelo movimento sindical tanto em Brasília quanto nos estados e junto às bases eleitorais dos parlamentares, muitos Deputados, inclusive da base do governo, tem se manifestado contrários ou relutantes em relação à PEC. A oposição tem avaliado que o Governo não possui garantidos, até o momento, os 308 votos favoráveis e necessários para aprovar a Reforma no plenário da Câmara. No entanto, o Presidente da Câmara, Deputado Arthur Lira (PP-AL), parece seguir com a intenção de levar a proposta para votação nas próximas semanas.

Jornada de Lutas contra à Reforma Administrativa | 07/10
Jornada de Lutas contra à Reforma Administrativa | 07/10


Convocação
As entidades já estão convocando para mais uma Jornada de Lutas em Brasília para o dia 18 de outubro. Caravanas já começam a ser organizadas desde agora em diversos locais como, por exemplo, em Dourados onde SINTEF, SIMTED, ADUEMS, ANDES-SN e SINASEFE convocam suas bases para participar das manifestações entre 18 e 21 de outubro na capital federal, pessoas interessas devem procurar suas entidades.

Leia a carta completa clicando aqui.