Na primeira quinzena de março foi aprovada a PEC 186/2019 (PEC Emergencial) agora Emenda Constitucional 109/2021(DOU 16/03/21 PÁG 04 COL 01).

O governo mais uma vez se aproveitou de uma pauta de comoção para passar a boiada nos direitos dos servidores públicos, veja os Deputados Federais do Mato Grosso do Sul que votaram SIM para mais um pacote de austeridade.

Beto Pereira (PSDB-MS) | votou SIM
Dagoberto Nogueira (PDT-MS) | votou NÃO
Fábio Trad (PSD-MS) | votou NÃO
Rose Modesto (PSDB-MS) | votou SIM
Bia Cavassa (PSDB-MS) | votou SIM
Dr. Luiz Ovando (PSL-MS) | votou SIM
Loester Trutis (PSL-MS) | votou NÃO
Vander Loubet (PT-MS) | votou NÃO

Entre as proibições relacionadas a PEC estão: reajustar ou adequar a remuneração de servidores, criar cargos ou funções, contratar novos funcionários públicos, realizar concursos públicos e não para por ai. (Fonte: Congresso em Foco/OUL)

Compartilhem para que a população não se esqueça de quem contribuiu para o desmonte dos serviços públicos.